Google– ou –

PL 304-2015

Criará o "Crédito Verde" para dar desconto no IPTU para quem entregar material reciclável nos pontos de coleta estabelecidos pela Prefeitura.

Este projeto de lei vai criar o "Crédito Verde”, um programa que vai dar desconto no IPTU para quem entregar material reciclável nos pontos de coleta determinados pela Prefeitura.

O morador de São Paulo que quiser entregar material reciclável em troca de desconto no IPTU deverá se cadastrar em um sistema da Prefeitura e deixar os materiais nos pontos de coleta.

Cada vez que a pessoa entregar um material ele será pesado e, de acordo com o peso ele ganhará um crédito que, ao final do ano, será convertido em descon”o no IPTU.

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Finanças, estabelecerá as formas de cálculo, crédito, prazo e tabela de conversão prevista nesta lei.

Segundo o vereador, o objetivo do “Crédito Verde”, é estimular o interesse da população na reciclagem colaborando com a sustentabilidade da Cidade, melhorando diretamente a qualidade de vida. Dessa forma, o interesse e a conscientização da população em relação à sustentabilidade e o impacto na diminuição do lixo orgânico, beneficiaria de forma significativa o Município de São Paulo e todo o material recebido seria direcionado à cooperativas cadastradas na Prefeitura para a triagem e posterior encaminhamento a empresas que reutilizam todo esse material.

Votos dos cidadãos

BR — 990 votos, 870 sim, 120 não
SP— 7 votos, 7 sim, 0 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

26 classificações
27%
31%
4%
8%
12%
19%

15 comentários

1766954976882258

Paula SantosSim

Mas ai terão que criar mais postos de coleta, principalmente nas periferias.

10204078414591674

Sandro CabralSim

Esse sim, beneficiaria as pequenas residências.
Ótima ideia !

1767665578

Francisco MossNão

Daqui a pouco a Prefeitura não terá mais IPTU para trabalhar com tanta benesses

813116105474083

Andressa GabrieliSim

Já demorou.

1134931603186820

Nina Celia SantosNão

ter leis para multar quem joga rwciclavel nas ruas e nos lixos organicos....

784101838370823

Karina CardosoNão

O certo deveria ser o caminhão passar na porta. Já não tem as sacolas de identificação de resíduos orgânicos e recicláveis? Ai eles recolhem e fazem a separação.

100003121795672

Francisco Ramos Correa

Eu penso que os reservatórios de águas não enchem mais em São Paulo, porque o sole está revestido e não possibilita a infiltração da água das chuvas no solo. Por exemplo: Imagine que a perímetro urbanos seja de 100 mil metros quadrados. Deste total, só deve existir infiltração no solo em no máximo 10%. Os 90% estão cobertos (impermeabilizados) com construções de moradias, ou calçamentos de ruas. (asfalto e cimento). Ora, se a água das nascentes vêm da infiltração no solo, como tais nascentes ainda podem minar e reabastecer os reservatórios? Solução? Espaçamento nas construções (casas e prédios comerciais). RUAS CALÇADAS COM BLOQUETES, E ESTES PERFURADOS, DE FORMA QUE PERMITA A INFILTRAÇÃO DE ÁGUA DAS CHUVAS NO SOLO. NADA MAIS DE ASFALTO OU LAGES DE CIMENTO NO SOLO!!!

100003121795672

Francisco Ramos Correa

Eu penso que os reservatórios de águas não enchem mais em São Paulo, porque o sole está revestido e não possibilita a infiltração da água das chuvas no solo. Por exemplo: Imagine que a perímetro urbanos seja de 100 mil metros quadrados. Deste total, só deve existir infiltração no solo em no máximo 10%. Os 90% estão cobertos (impermeabilizados) com construções de moradias, ou calçamentos de ruas. (asfalto e cimento). Ora, se a água das nascentes vêm da infiltração no solo, como tais nascentes ainda podem minar e reabastecer os reservatórios. Solução?

100001610217542

William Francisco

O projeto apresenta seus pontos negativos e positivos, por exemplo: se os pontos de coleta forem distantes da localidade do morador, e demais problemas. Entretanto, penso ser um passo para a possibilidade de uma conscientização de uma sustentabilidade ambiental e de uma reciclagem colaborando com uma melhor qualidade de vida. Penso que este projeto é relevante e que pode contribuir com o manejo consciente do meio ambiente.

10153400005014320

Marcela SilvaNão

Ir com um saco de lixo nas costas? Que absurdo! A coleta que venha retirar. Que absurdo!!!

1573011878

Vinicius GabrielNão

desconto no IPTU para quem entregar material reciclável nos pontos de coleta? isso esta longe do ideal, o ideal é uma coleta seletiva porta a porta !!! simples assim. desconto no iptu pra que, se as pessoas nao estão fazendo mais do que sua obrigação.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Vera ArbonSim

Vereador, a Alemanha possui maquinas para reciclagem de garrafas pets, que dao vouchers que podem ser trocados nos supermercados, para quem recicla as garrafas...

755924197846673

Lucas PalasadanySim

3

1558425766

Cello-Marcello GonçalvesSim

Qualquer lei a ser discutida, deveria ter como premissa, informar o custo de implantação da mesma. Criar leis que obriguem o estado ou mesmo a iniciativa privada a elevar seus custos reflete no bolso do próprio contribuinte que foi a favor da lei. Imaginem se houvesse uma lei que obrigasse os ônibus a instalarem ar condicionado. Será que todos concordariam com um aumento do preço da passagem em função desse conforto que gera aumento de custos? Da mesma forma que nós como consumidores perguntamos o preço de um bem ou serviço antes de comprar, devemos saber antes quanto custa uma nova lei seja ela qual for. O dinheiro é finito e quem custeia tudo é o contribuinte ou o consumidor.

947300831995848

Rodolfo BlancatoNão

Mais um projeto de lei que, se aprovado, afetará a arrecadação de impostos, sem pensar no orçamento público nem na política de tratamento de resíduos sólidos como um todo. Não há estimativa de impacto orçamentário. Obviamente, é importante pensar em mecanismos para incentivar a preservação do meio ambiente, mas não é com projetos isolados que isso será feito, na minha opinião.