Google– ou –

PL 205-2012

Obrigará as farmácias a venderem remédios fracionados, oferecendo ao consumidor somente e quantidade de medicamento que ele precisa.

Este projeto de lei obrigará que as farmácias disponibilizem medicamentos na forma fracionada, em quantidade, tempo e dosagem suficiente para tratamento correspondente, sob a orientação e a supervisão de profissionais qualificados.

Somente será permitido o fracionamento de medicamento em embalagem especialmente desenvolvida para essa finalidade, devidamente aprovada pelo órgão federal responsável pela vigilância sanitária.

O fracionamento será realizado sob a supervisão e responsabilidade direta do farmacêutico.

A Secretaria Municipal da Saúde deverá promover campanhas educativas sobre o fracionamento e a promoção do uso racional de medicamentos.

O vereador explica que ao ser obrigado a comprar uma quantidade de medicamento superior àquela que irá efetivamente utilizar, o consumidor é forçado a desperdiçar produtos e dinheiro além do necessário, pagando mais do que realmente precisaria para custear seu tratamento.

Votos dos cidadãos

BR — 584 votos, 448 sim, 136 não
SP— 11 votos, 3 sim, 8 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

7 classificações
43%
14%
29%
0%
0%
14%

20 comentários

100002607299259

Fernando NunesNão

se o produto SAI da embalagem ja pode ser CONTAMINADO . com isso o prazo de validade nao é mais adequado . a industria tem que fazer embalagens menores .

1967134293370948

Paulo Sergio PereiraSim

se não me engano já existe essa lei

1569951693

Silvia MilocoNão

a industria tem que fazer embalagens com quantidade variada.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

EDUARDO ALIRE RODRIGUES FERREIRA MONGENão

A obrigação é da indústria!

1767665578

Francisco MossNão

O fabricante idem

100001715501788

Asp Gabriel Bertochi

E se eu quiser a caixa fechada?

966647843357061

Tati SbardNão

obrigar o fabricante...

704033791

Tathiana BagatiniSim

Com uma sobrinha de 1 ou 2 comprimidos porque vai que algum cai e se perde na hora de tomar.

632049909

Jose Escada Jr.

Não sei se isto é assunto municipal. Parece-me ser assunto federal, a ser tratado por deputados federais, não por vereadores.

100000918092942

Raphael TenochNão

Para isso existem farmácias de manipulação. Dãããã

100002123276261

Veri VffNão

As caixinhas de remédios já vêm com a dose usualmente recomendada pelos médicos, vocês não perceberam isso não? Quanto dinheiro "público" (= do contribuinte) gasto à toa... aff.

100001785049375

Fábio OrnelasSim

É exatamente por isso que se torna importante rever esse comportamento de mercado da industria farmacêutica que de certa forma além de tornar mais caro o custo do remédio, ja que se paga o que não se consome, há um enorme desperdício do que não é usado, incluindo ai problemas ambientais paralelos ao desperdício levando em conta os produtos químicos disponíveis no remédio.

1482936461

Consuelo GalvaniSim

Isso sim é uma otima ideia! nos EUA é assim, e não tem desperdicio nem corre-se o risco da auto medicação com as sobras

10201248043439955

Marcelo TrincadoNão

O custo aumentaria e o consumidor acabará prejudicado no final.

1712215195

Silvia PagotoSim

Sou a favor pois muitos medicamento acabam no lixo por conterem quantidades maiores que as receitadas pelo médico.

1482936461

Consuelo GalvaniSim

não só no lixo como na água

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Paulo PanhotoNão

Isso tem que ser vinculado à receita médica.

1030132207031111

Carlos Costa

Isto deve ser uma lei federal não municipal

927435614013277

Fernando Sperlongo PatrianSim

nos EUA já é assim a séculos.

100001198545241

Luiz AlvesNão

isso só irá aumentar o preço final! Há um grande problema de logística e o custo será cobrado de nós!