Google– ou –

PL 156-2016

Garantirá atendimento especializado para crianças com microcefalia, com fisioterapia, terapia ocupacional, psicólogos e outros serviços.

Este projeto de lei vai criar o Programa Municipal de Assistência Portadora de Microcefalia a ser implantado nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) de São Paulo.

O programa deverá assistir à criança portadora de Microcefalia bem como informar aos pais quanto aos cuidados e particularidades na criação desta criança. Deverá

contemplar no mínimo:

- Acompanhamento de fonoaudiólogo;

- Fisioterapia;

- Realização de terapia ocupacional;

- Acompanhamento psicológico dos pais;

- Interação com outras famílias na mesma situação;

- Nos casos necessários o fornecimento de remédios;

- Cirurgia, nos casos passíveis deste procedimento.

Segundo o vereador, os casos de microcefalia estão crescendo, por isso, o município precisa oferecer atendimento adequado.


Votos dos cidadãos

BR — 14 votos, 14 sim, 0 não
SP— 14 votos, 14 sim, 0 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

206 classificações
87%
7%
1%
2%
1%
2%