Google– ou –
Antonio Donato
Vereador • 3º mandato • São Paulo

Antonio Donato

Pt 99188a71777981cbc6540a016ea44cd1a49f0c2a1a7d13f62ed31a5e00e9a729PT - Partido dos Trabalhadores

7 projetos cadastrados

3 aprovados, 0 reprovados

Votos em 20 projetos

20 sim, 0 não

Ranking
  • Toninho Paiva
    14º
  • Reis
    15º
  • Antonio Donato
    16º
  • Ricardo Young
    17º
  • Ricardo Teixeira
    18º

Aceitação Geral

6.797 votos

4.315 sim

2.482 não

Total de comentários

140

Classificação Geral

Urgente
27%
Relevante
25%
Corajoso
3%
Inviável
6%
Irrelevante
18%
Sem noção
21%
Email:

donatopt@terra.com.br

Site:

http://www.donatopt.com.br

Facebook:

http://www.facebook.com/donatopt

Twitter:

donato_pt

Telefone:

(11) 3396-4150

Biografia +
Antonio Donato Madormo nasceu em São Paulo e é administrador de empresas. Elegeu-se vereador pela primeira vez em 2004. Filiado ao PT, ingressou no partido na década de 1980, quando militava no movimento estudantil na Universidade de São Paulo – foi membro do Diretório Central dos Estudantes Alexandre Vannucchi Leme. Como vereador, Donato tem marcado sua atuação pela melhoria do transporte público e na luta por outras conquistas da população da periferia de São Paulo, como a construção de equipamentos para o combate às enchentes na região do córrego do Pirajussara, na Zona Sul. Presidiu a CPI dos Eventos, criada pelo Legislativo após o acidente no Shopping Fiesta, quando morreram três pessoas em um show de música, em fevereiro de 2006. Esta CPI deu origem a uma série de normas para a realização de eventos com grande público. Também foi o relator da CPI do IPTU, criada em 2009 para apurar irregularidades, inconsistências e ausência de lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano em São Paulo. Esta CPI produziu dois resultados importantes: fez com que a prefeitura enviasse projeto à Câmara Municipal atualizando a Planta Genérica de Valores (PGV), o que não acontecia desde 2001. Além disso, o trabalho da CPI proporcionou o lançamento, no cadastro municipal de contribuintes, de mais de 3 milhões de metros quadrados de áreas construídas, pertencentes a grandes empreendimentos, que até então não eram tributados. Esta medida gerou expressiva receita adicional aos cofres da cidade. Donato já teve passagens pelo Executivo paulistano. Na gestão Marta Suplicy (2001-2004) atuou inicialmente na Secretaria dos Transportes e em seguida, como assessor especial do Gabinete da Prefeita, compôs o grupo responsável pelo projeto de descentralização administrativa que deu origem à Secretaria de Coordenação das Subprefeituras e à criação das 31 (hoje 32) subprefeituras. Foi secretário das Subprefeituras no ano de criação da pasta, em 2003. Em 2009 foi eleito presidente do Diretório Municipal do PT. No cargo, coordenou em 2012 a campanha que elegeu o prefeito Fernando Haddad. Convidado por este, assumiu em 2013 a Secretaria do Governo Municipal, onde permaneceu até novembro daquele ano. No final de 2013 retomou o mandato de vereador.

Criará a semana da Cultura Portuguesa nos CEU’s (Centro de Artes e Esportes Unificados).

Proposto por 28 vereadores
Adilson Amadeu do PTB

Criará o “Programa Municipal de Segurança Aquática” para estabelecer ações de segurança para a prevenção de afogamentos e outros acidentes.

Proposto pelo vereador
Antonio Donato do PT

Dará passe livre no transporte público para professores municipais.

Proposto pelo vereador
Antonio Donato do PT

Reduzirá de 2 para 1 quilômetro a distância mínima exigida entre a casa onde o aluno mora e a escola onde ele estuda para ter direito a uma vaga no programa de transporte escolar Vai e Volta.

Proposto pelo vereador
Antonio Donato do PT

Criará o Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas – PMLLLB, estimulando a reforma e construção de novas bibliotecas e atualização de acervos.

Proposto pelo vereador
Antonio Donato do PT

Tornará a coleta de resíduos recicláveis em empresas parte dos serviços do Sistema de Limpeza Urbana do município de São Paulo.

Proposto pelo vereador
Antonio Donato do PT

Criará incentivos fiscais para Instalação e Permanência de Empresas na Zona Sul / Extremo Sul da Cidade de São Paulo.

Proposto por 8 vereadores
Alfredinho do PT